Aceitando o Buscador que há em mim

Ivana, uma viajante, generalista, mas acima de tudo professora, escreveu este depoimento:

Sou de câncer, me dizem que fui feita para criar raízes, maternidade, lar, mas parece que não me encaixo nessa descrição, embora me sinta assim no fundo. Sou como uma planta com raízes flutuantes, uma tartaruga com uma casa móvel nas costas. Foi difícil para mim entender que tive que redefinir os conceitos do meu signo de câncer para sobreviver.

Cuido bem da minha rede social, felizmente ela é flexível e se estende até o fim do mundo, onde quer que eu vá construo amizades individuais profundas, grupos não são para mim.

Sou ativa e motivada. Eu sempre mudo, eu apoio a mudança, mas desejo uma estabilidade tranquila. A mudança me motiva, acredito que uma vida bem vivida exige mudança, portanto, aprendizado constante, adaptação constante, viver até o fim.

Sou boa em muitas coisas; tenho muitos talentos, o que torna impossíveis apresentações curtas. Generalista, alguém me disse, mas o resto do mundo procura uma palavra que permita me conhecer imediatamente e a palavra generalista não funciona.

Talvez “buscadora” me convém melhor, me dá paz, pois o movimento e a preocupação com o desconhecido me mantêm viva e sorridente. Quando aprendi esse conceito, respirei fundo.

Uma vez, há muito tempo, saí da casa da minha família, do meu amante, da minha cidade, do meu país para procurar algo. Durante minha viagem, percebi que a viagem me entusiasmou mais do que o destino final. Sentia que ainda precisava encontrar meu lugar, ainda precisava conhecer a pessoa com quem compartilhar minha vida. Que boba, eu ainda não me conhecia.

Demorou coragem, tempo e mente aberta para entender o conceito de "buscador", que estava tudo bem em me sentir como me sentia, que não estava sozinha e que não precisava me encaixar.

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPT
es_ESES en_USEN pt_BRPT